Esta página foi criada com o intuito de repassar algumas dicas importantes os interessados a uma vaga de doutorado na Alemanha. Todas as dicas que estou dando são baseadas na minha própria experiência, o que não descarta que opiniões de outras pessoas que vivenciaram a mesma situação estejam corretas.

Primeiro passo: aprenda alemão, por mais que tenha gente que diga que não é necessário. Muitos dizem que apenas com inglês é possível se virar nas universidades alemãs. É claro que é possível! Mas você não vai viver 24 h dentro da universidade. Você precisa ir ao mercado, ao banco, ao consulado, realizar os serviços burocráticos referentes ao visto de permanência. Tudo isso será facilitado se você tiver algum conhecimento de alemão. Considero o nível B2 adequado para conseguir se comunicar com todos lá, mas com B1 também é tranquilo.

Segundo passo: escolha criteriosamente a universidade e o orientador. Entre em contato com seu orientador com bastante antecedência, para perceber se realmente é o que você deseja. No meu caso, tive bastante sorte, pois meu orientador alemão é muito solícito e gentil, além de desenvolver pesquisas muito interessantes, o que se adequa ao meu objetivo.

Terceiro passo: defina todos os detalhes do projeto com bastante antecedência. Os alemães gostam de tudo criteriosamente estabelecido. Envie uma versão final do projeto de doutorado ao seu orientador, e nunca pela metade ou incompleta. Isso causa uma má impressão.

Quarto passo: Reúna toda a documentação para solicitar a bolsa de doutorado. No meu caso, Programa DAAD/CNPq/CAPES, a lista de documentos era enorme. Não deixe para juntar tudo na última hora. Conheço gente que deixou para o último dia e acabou perdendo o prazo da inscrição.

DICAS:
Quando entrar em contato pela primeira vez com seu orientador por e-mail, não tenha medo de prolongar-se. Descreva-se! Conte um pouco da sua vida acadêmica, diga que você estuda alemão (obviamente, no caso de você realmente estudar o idioma!), apresente suas ideias para o projeto e peça sugestões. Ah, comente também como que você encontrou o contato dele (por meio de artigos, internet, contato do orientador brasileiro, etc.). No meu caso escrevi o e-mail em alemão, o que tornou o contato mais próximo.

Quando escrever o projeto, descreva muito bem a Justificativa e faça um Cronograma bem detalhado. Tanto as agências de fomento como o seu orientador alemão irão gostar.

Para maiores informações, consulte os sites do DAAD e o Research in Germany, este último uma iniciativa do Ministério da Educação e Pesquisa alemão.

Um comentário sobre “Promotion in Deutschland. Doutorado na Alemanha.

  1. paula says:

    como vc conseguiu definir o orientador e sua linha de pesquisa? Pois eu tenho entrado nos sites das universidades e links relacionados e tenho ficado perdida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s